Análise Oldschool – MDK

Murder, Death, Kill…

Uma invasão alienígena ataca o planeta Terra com uma fúria e força incontrolável. Naves mineradoras avançam sobre o planeta deixando um rastro de destruição. Recursos naturais estão sendo removidos e milhões de vidas são perdidas a cada minuto que passa. E é exatamente em situações como essa que entra Kurt Hectic, um mero zelador que acabou se tornando herói por acaso (talvez por uma necessidade maior) e agora conta com uma roupa que lhe permite planar entre vastos cenários abertos e armas e poderes de destruição em massa para dar cabo às mais variadas espécies de outro planeta que irá encontrar pelo caminho.

14029_2357738579

Se esse conceito não foi o suficiente para encorajá-lo a experimentar MDK, talvez o complemento da obra ajude. Conhecido hoje em dia pelo seu senso de humor, gameplay fast-paced e frenético e trilha sonora expetacular, o jogo trouxe uma experiência nunca vista entre os PC Gamers dos anos 90. Em uma época em que não se viam muitos jogos de tiro em terceira pessoa na plataforma, e Max Payne e ONI ainda eram uma realidade distante, MDK convida o jogador por algumas horas para participar de combates frenéticos, aonde reflexo e agilidade são habilidades exigidas constantemente no campo de batalha, onde basta alguns segundos parado para ser dizimados por ondas de inimigos.

14030_3897122341

Como um bom Run&Gun misturado com a rapidez de clássicos FPS como DOOM, espere por alienígenas dos mais variados tipos e dificuldades espalhados por cada canto do cenário prontos para cuspir chuvas de balas assim que o avistarem. E para um título de 1997, a jogabilidade faz com que o inferno seja bem mais divertido. É extremamente prazeroso aniquilar mais de 10 a 20 inimigos em uma única tela com uma Chaingun, vendo a barra de HP sendo zerada um por um até resultar em explosões por todo o cenário. O jogo ainda conta com diversos itens e power-ups, como granadas de longo alcance, alvos para distrair os inimigos e ogivas nucleares usadas para destravar portas, até mesmo vacas estão disponíveis para usar, em uma clara referência ao clássico Earthworm Jim (ambos os jogos foram desenvolvidos pela Shiny Entertainment). Um ponto não menos importante é um fato de MDK talvez ser o primeiro jogo em terceira pessoa à trazer as mecânicas de rifle de precisão, com direito à zoom em 100x e vários tipos de munições, como granadas e até mesmo foguetes.

14031_2512951592

É difícil falar dos gráficos de MDK. Apesar de já datados, foram impressionantes para sua época, trazendo texturas e uso de polígonos de primeira linha, e os processadores potentes da época permitiram renderizar os mais belos cenários e diversos efeitos de explosões e partículas na mesma tela. A trilha sonora dá um aspecto hollywoodiano às partidas, com músicas orquestradas e cheias de pompa, com destaque para a música que toca nos trechos de surfe sobre pistas repletas de inimigos e obstáculos, homenageando os filmes de James Bond.

Apesar de vários pontos positivos, MDK atrapalha um pouco na jogabilidade, uma vez que jogos em terceira pessoa se encontravam em constante adaptação na época, e nos PC’s, a coisa ainda era um pouco mais complicada, mas nada que uns minutos na tela de configurações não resolvam. Mas o pior deles é a sua vaga duração, podendo ser finalizado em menos de 3 horas ou menos, causando a impressão de se ter jogado apenas 1/3 de um jogo, e como o título carrega um espírito de arcade em si, esse tempo parece passar mais rápido ainda, então aprecie-o sem pressa, pois ele acaba mais rápido do que parece.

MDK é indispensável na coleção de saudosistas de jogos de PC dos anos 90 que não dispensam clássicos de requintes de humor negro e ação interrupta. Uma boa notícia é que o título (e sua sequência) podem ser adquiridos em lojas como Steam e GoG, e não apresenta maiores problemas em sistemas modernos. Então o que está esperando?! Pessoas morrem a cada minuto e a Terra é destruída por completo, eles precisam da sua ajuda! Ou espere por uma próxima promoção na Steam…

Nota Geral: 8.0

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s